17/07/2008

Designer têm que saber programar?

Precisa-se de Webdesigner:
O profissional precisa ter conhecimentos em Photoshop, Flash, Dreamweaver, Fireworks, CorelDraw e InDesign. Deve saber programar em PHP, ASP, XML, HTML, CSS, ActionScript.


Pra começar eu jamais mandaria um curriculum para uma empresa que me pedisse CorelDraw, mas vamos continuar.

A maioria dos anúncios de vagas de emprego vêm com exigências em termos de linguagens de programação. É certo que um designer não pode ser restrito apenas ao layout e deve procurar acrescentar algo a mais em suas habilidades.

Na maioria dos casos o que se vê são designers de web trabalhando além das ferramentas tradicionais (Flash, Dreamweaver...) com algo como mídia impressa, ou então programando no máximo uma linguagem web como Ajax ou PHP com MySql.








Mas têr as 3 habilidades (e bem) já é algo um tanto difícil. Só o fato de se achar alguém que faça um layout de boa qualidade hoje em dia ja é difícil. Geralmente os melhores designers que têm habilidades de ilustração mesmo que muito básicas, possuem feedback criativo muito maior.

O ato de criar, e criar bem, só pode vir de uma mente voltada a área artística. Alguém que aprecie arte em geral e saiba interpretar um conceito artístico. Automaticamente ao lidar com conceitos subjetivos, terá noções de marketing, fotografia, diagramação...
O trabalho de layout e adequação de linguagem a um produto ou serviço é mais difícil do que se imagina e requer do profissional uma enorme bagagem cultural e uma mente disposta a dispensar idéias que venham através do processo de brainstorm muito rapidamente.
Esse é o trabalho com o hemisfério direito do cérebro.

Design e marketing estão trabalhando lado a lado e estão bem mais correlatos do que nunca. A internet é a mídia que mais cresce no mundo e ainda têm a possibilidade de tornar o consumidor parte da ação.

Programadores e profissionais de informática em geral trabalham com o lado direito do cérebro. Sem desmerecer o trabalho dos programadores, um profissional de design com conhecimentos de marketing ainda é bem mais necessário que um profissional que também tem uma boa programação.

O trabalho de programação em si requer conceitos muito bem definidos. Uma mente lógica e linear. Alguém que esteja disposto a seguir regras e métodos que não são flexíveis, e isso chateia muito uma mente criativa.

Parte do mercado têm requerido profissionais "coringas" mas que não se aprofundam em nada. Sabem um pouco de cada coisa, mas não conseguem se aprofundar em determinada área.

É um erro achar que se utilizar de profissionais "coringas" irá fazer com que a agência diminua custos para investir no crescimento. É justamente espelhando o padrão de atuação de grandes agências - por mais que represente custo no presente - que haverá a possibilidade de crescimento.

Será que as agências têm tanto "desconhecimento assim" e se têm, porque não deixam então nós entrarmos na área do atendimento?

3 comentários:

Rafa Mattos disse...

Concordo com você meu brother. Há uma redução de custo sim, e certamente é isso que motiva algumas empresas a assumirem tal postura. E ainda coloboram com a prostituição do profissional, que muitas vezes, por necessidade, assume tamanho desafio abusivo.

Cara, para se ter idéia do quanto é fundamental a especialização do profissional... Mesmo dentro de diretores de arte (designers ou publicitários), apenas em diretores de arte, existe o cara especialista em tratamento de imagem (photoshop), o ilustrador, o editor (habilidade para editoriais), o calígrafo (tipos e caligrafias), entre outros... Dentro de diretores de arte apenas... E todos são trabalhos de capacidade criativa... agora imagine situações tão distintas, com programação e criação...
Até mais

Emmanuel Carvalho disse...

Ajax não é linguagem. =)

Mas concordo com vc... as empresas prostituem o profissional!

Ah, outra coisa: É possível trabalhar com o cérebro todo. DaVinci era cientista e artísta (nas duas coisas, um dos melhores de todos os tempos).

Gabys disse...

Estou passando por isso.
Consegui meu primeiro emprego com criação na internet.
Tudo estava bem, mas agora terei que preencher uma vaga de paginação de sites para reduzir custos.
Nunca mexi com dreamweaver, css na minha vida e tô tendo que me virar agora estudando html desde o principio.
Irei encarar como um desafio, mas é complicado.
Se ainda pagassem um curso...
Dizem que é a crise...